Previsão da variabilidade em materiais compósitos, induzida por operações de furação

temperaturasÉ frequente encontrarmos indústrias e processos de fabrico em que os tradicionais materiais metálicos têm sido substituídos por materiais compósitos laminados, sendo disso exemplo, as indústrias automóvel, naval, aeronáutica e aerospacial bem como as áreas médica e biomédica. Em qualquer destes contextos, a fabricação de um componente ou de uma estrutura/sistema, envolve frequentemente operações de furação. Sendo esta uma operação de maquinagem frequente, pode no entanto constituir-se como uma operação crítica, devido às características dos materiais laminados e aos diferentes mecanismos de falha que os caracterizam.

O reconhecimento do carácter não determinístico dos parâmetros associados à caracterização das propriedades dos materiais compósitos em geral e à caracterização das regiões onde se realizam furos, em particular, permitirá uma melhor previsão do comportamento mecânico dos materiais e das estruturas em que os mesmos são utilizados. Em consequência teremos uma ferramenta computacional que habilitará uma tomada de decisão mais informada e credível, facultando informação e modelos susceptíveis de serem utilizados no âmbito de diferentes tipos de indústrias.